Ráshuah Crianças

Desde muito cedo somos tomados pelas emoções. Aprendemos a ter medo, a sentir vergonha, a nos sentir culpados, a não falar de nossas emoções. E assim vamos crescendo com essas emoções emboladas, misturando-se a outras mais que serão entendidas, mas não processadas até o final da nossa adolescência.
Cada vez que somos tomados pela emoção reagimos de forma irracional, ao sabor da emoção e vamos criando um padrão de comportamento emocional. Se estamos inconscientes e desatentos a nós mesmos, podemos agir impulsivamente, sem pensar, levados pelas emoções, influenciados pelos outros ou pelos eventos. E isso pode ser bastante desastroso, pois não seremos nós quem escolheremos como será nossa vida, e sim, os outros.
Nossas emoções conturbadas terminam por conturbar nosso entorno e não estarmos cientes de nossas escolhas e de nosso poder pessoal vamos desenvolvendo sentimentos de frustração, de ansiedade, de tristeza, depressão, medo, falta de vontade, por não saber de fato, porque aquela emoção se apresentou ali e o que fazer para transformá-la.

Através de práticas, respirações, exercícios e visualizações as crianças podem começar a identificar as emoções mais básicas e melhorar sua comunicação com seus pais, coleguinhas e professores. Uma criança que entende e percebe o que está sentindo não se torna refém de seu medo e pode transformá-lo a partir de suas habilidades.
A criança que trabalha suas emoções através do autoconhecimento, aprende a se observar e dessa forma transformar as emoções negativas, lidando positivamente com elas assim que surjam, tornando-se uma criança mais confiante, mais curiosa, mais senhora de si, com maior capacidade de concentração, sabendo respeitar e não temer.

PRESENCIAL E ONLINE

Saiba Mais – Mande um WhatsApp:

Clique aqui

%d blogueiros gostam disto: